menu

Consulte os Tomos

13 de out de 2014

Sobre a campanha Space Cthulhu

 A campanha Space Cthulhu, desenrolada em um cenário futurístico desenvolvida pelo mestre Tio Nitro, é capaz de arrancar suspiros de qualquer entusiasta do bom e velho RPG, mesmo daqueles que nunca se aventuraram pelas tramas de um bom sci-fi.
 Elaborada no melhor estilo do clássico das investigações, Call of Cthulhu, esta campanha se passa no ano 2271, em um sistema estrelar localizado há 29 anos luz da Terra. Antes de falar do local onde a campanha se desenrola preciso falar um pouco do cenário onde ela se ambienta.
 Estamos no século 23, o grande desenvolvimento tecnológico terrestre possibilitou a expansão das fronteiras humanas para além dos limites do sistema solar. Várias partes do universo foram colonizadas, em sua maior parte, por mega-corporações, sendo elas de técnologia, mineração ou pesquisas ligadas a ramos da medicina, como a genética por exemplo, em sua maior parte de origem norte-americana ou asiática, chegando a controlar sistemas inteiros. Na Terra temos os seguintes países: Conglomerado da Oceania, Bloco Centro-Africano, Américas Unidas, Consortium Chinês-Asiático, Federação Europeia, Soberania Sagrada do Islã, União Hindu e a República Russa.
 Como todo bom cenário de ficção científica este apresenta tecnologias como viagem em hiperespaço, comunicação entre sistemas estrelas, robótica avançada, técnolgia de clonagem, armas biológicas, etc, etc.
 Bem, vamos ao que interessa, a investigação em si. A história se desenrola na Lua CS402, ou Caronte como é chamada, e na superfície do desértico planeta cinza, Styx, - curiosamente o mesmo nome do rio que levava à morada de Hades na mitologia grega - um planeta colonizado pela corporação Cenargo afim de minerar o solo do planeta.
 "Seis meses antes do começo da aventura, uma equipe de pesquisa geológica enviada pela empresa Praxis Mining . uma subsidiária da corporação Cenargo. A equipe de geologistas descobriram o gigantesco templo subterrâneo no gelo polar da lua Caronte (CS402) e em seguida, a Cenargo enviou uma equipe de pesquisa para escavar o lugar.
 Quatro meses antes do começo da aventura, a nave Carl Sagan entra em orbita em torno do planeta Styx, e se aproxima da lua Caronte. A equipe é liderada pelo expert em Xenobiologia, o Prof. Joseph Guggenheim, junto com um time de quatro cientistas, um representante da Cenargo Corp, um oficial da Segurança Colonial , um piloto andróide e um PsiCorps (a polícia psiônica da Terra)."
  A nave Carl Sagan inicia então as pesquisas e experiências em busca de informações sobre o templo encontrado no polo da lua, montando um acampamento de pesquisa há 500 metros do local das escavações. Mas, misteriosamente, pouco tempo depois a nave não faz mais contatos com a superfície de Styx e uma terceira nave, sob comando da Autoridade Colonial, é enviada para descobriu o que aconteceu com os integrantes da Carl Sagan e resgatá-los.
 A partir daí iniciam-se as investigações em Moltaris, uma cidade mineradora dentro de Styx, onde os habitantes vem sofrendo com pesadelos e uma onda de homicídios, posteriormente os PJs chega em Caronte e inciam investigações mais aprofundadas acerca dos eventos acontecidos na lua.
 Sem entrar em muitos detalhes da campanha, finalizo aqui a descrição, deixando a seu cargo e curiosidade acessar o material, que estará disponível no fim deste post, para descobrir maiores informações sobre a aventura.
 Analisando os aspectos do cenário, este apresenta os mesmos aspectos de qualquer outro cenário de ficção científica: naves espaciais, grandes corporações controlando a vida das pessoas, planetas colonizados, tecnologia utópica, entre outras, mas também adiciona algo interessante, que é a presença de entidades fantásticas como deuses alienígenas, o que torna as coisas um pouco mais empolgantes.
 A tensão presente também em praticamente todos os momentos é um dos fatores que te prende ao jogo, deixando sempre o desejo de "quero mais", mesmo passando por alguns momentos de frio na barriga nas cenas dentro do templo.
 Ao mestre cabe todo o papel de criar o clima de tensão, muito mais efetivo se acompanhando de uma trilha sonora digna, e toda a diversão de ver os jogadores sofrer, pois convenhamos, todo mestre é um pouco sádico em seu íntimo.
 O que deixou a desejar um pouco foi a relação entre jogador-personagem, talvez com personagens mais profundos e livres a história seria muito mais interessante, pois a proposta é que todos sejam Colonial Mariners, os fuzileiros do cenário. Certamente um cientista ou um médico especializados fazem muita falta aqui.

 A consideração final:
Se você é fã do gênero vale muito a pena jogar, é sempre uma experiência a se adquirir. Se você é novato no ramo ou nunca jogou um bom Sci-fi ou um RPG investigativo essa é a oportunidade perfeita para experimentar os dois, afinal ambos os elementos são o que tornam esta aventura uma empolgante diversão.

http://newtonrocha.wordpress.com/campanhas/space-cthulhu-horror-espacial/
Space Cthulhu! Pancadaria e Lovecraft no Espaço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário